21 de jul de 2011

Ponto de partida

O ponto de partida deste blog tem como meta avançar ao lado de Paulo, que por sua vez representa todos os cristãos, que injustamente sofrem perseguições por causa de sua fé.
O cristianismo esposado por Paulo era revolucionario aos olhos do judaismo tradicional; como entender tamanha mudança em um homem (aluno da escola de Gamaliel um dos maiores mestre da lei), trilhou radicalmente nos conceitos farisaicos, a ponto de levar a julgamento os que lhe eram contrários, dando sua palavra final, condenando a morte os contrários? Somente Paulo pode revelar o segredo de tamanha mudança, o perseguidor passa a ser perseguido, os que outrora compartilhavam e apoiavam suas atitudes, assentados no tribunal da Lei, apontavam o dedo para condena-lo.
Em qualquer situação que nos leve a um viver que contradita valores estabelecidos, haverá sempre os que hão de se opor a nossa maneira de ser. Interessante como a vida no decorrer dos tempos nos reserva surpresas; outrora o conservadorismo denominacional era como Paulo um perseguidor dos que defendiam conceitos liberais; assembleianos contra os que chamavamos de "tradicionais" e vice e versa, os anos vieram, aos poucos os formandos de seminários "americanizados" começaram a obter espaço no ensino das massas nos templos conservadores, tradicionais aderindo ao movimento do Espírito, Neos se destacando no arrebanhamento de "tradicionais", "desingrejados" por meio do exorcismo de mídias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário